Soul é o verdadeiro significado do jazz, a música da alma - YouCine
YouCine logo
YouCine
Edit Template

Soul é o verdadeiro significado do jazz, a música da alma


Warning: Undefined array key "titleWrapper" in /www/wwwroot/youcine.io/wp-content/plugins/seo-by-rank-math/includes/modules/schema/blocks/toc/class-block-toc.php on line 103
Soul

Se você teve um ano muito ruim e mal conseguiu entregar a folha de respostas “Estou vivo”, depois de assistir a Soul, acredito que terá coragem de abraçar o mundo novamente.

Assista ao filme de animação Soul no YouCine, uma plataforma abrangente de streaming de vídeo on-line que oferece aos espectadores uma ampla variedade de filmes e programas de TV, além de recursos como interação social e recomendações personalizadas para aprimorar a experiência de entretenimento do usuário.

O que aconteceu com o Soul?

Soul

      Soul é um filme sobre um professor de ensino médio, Joe Gardner. Soul conta a história de Joe Gardner, um professor do ensino médio que recebe a oportunidade dos seus sonhos: tocar em um dos melhores clubes de jazz de Nova York.

Devido ao excesso de empolgação, ele entra em um poço que está sendo consertado, e um pequeno erro o leva das ruas movimentadas de Nova York para um lugar fantástico – “Where Life Comes From”. Determinado a retornar à Terra, Joey conhece uma alma precoce, “22”, a quem ele tenta mostrar o esplendor da vida e, por fim, percebe as respostas definitivas para suas próprias perguntas. Ele tenta mostrar a 22 o que é a vida e, por fim, percebe a resposta definitiva para as perguntas de sua própria vida.

      Joey é um fã incondicional de jazz, e o jazz está presente em todo o filme, ligando cada detalhe, em uma variedade de sons, que nos mantém nas emoções delicadas, com uma forte ressonância.

Início desordenado, ritmo caótico da vida

Soul

      O filme Soul começa com Joey regendo um grupo de alunos do ensino médio em uma apresentação de banda, e o entusiasmo de Joey, em contraste com a atitude descuidada dos alunos e o caos da música, ninguém realmente se importa com o regente de Joey, exceto a garotinha Connie, que se esquece de tocar o saxofone, mas atrai o ridículo de todos, e então Joey conta a experiência de seu próprio pai com o amor pelo jazz, a improvisação, tocando uma peça de piano de jazz, ele improvisou. Joey toca uma peça de piano de jazz, e sua total devoção é finalmente interrompida por uma batida forte na porta.

     Essa é uma demonstração clara do caráter de Joey, que é cheio de entusiasmo pela vida, mas está cuidadosamente carregando seu peso sob pressão. A música caótica tocada pelos alunos sugere as várias pressões que surgem sob a cidade de Nova York, criando um senso especial de lugar e tempo. Esse caos também mostra o atual estado deplorável da vida de Joey, dia após dia, o conformismo e a incapacidade de buscar seu amor pela música com todas as suas forças. A zombaria da garotinha Connie é, na verdade, a zombaria da sociedade em relação ao tipo de Joey, preparando o caminho para a escolha emaranhada de Joey entre a realidade e seus ideais mais tarde.

Mudança emocional, entrando erroneamente no mundo da fantasia

Soul

      Quando o sonho de Joey se torna realidade e ele consegue seu primeiro emprego como músico, o filme apresenta uma bela e alegre melodia de piano, e quando ele cai em um poço e chega ao “lugar de onde a vida vem”, a trilha sonora muda para uma música eletrônica etérea e abstrata, que expressa a faculdade da mente e o outro lado do mundo sem nenhuma entidade física, criando uma atmosfera ambígua e mostrando um universo novo e etéreo.

O filme Soul define e apresenta dois mundos completamente diferentes por meio de dois estilos musicais, dois estilos musicais completamente diferentes, levando-nos a alternar entre a “realidade” e o “lugar de onde viemos”, o que facilita para o público entender a visão de mundo independente apresentada no filme. O filme apresenta visões de mundo e culturas independentes, e a música cria ambientes diferentes e uma sensação de imediatismo, permitindo transições de cena ordenadas e uma melhor experiência para o público.

A rica experiência sensorial do Soul

Soul

      Quando o Soul 22 chega pela primeira vez a Nova York na Terra e foge para a porta do hospital, o filme narra e complementa a trama por meio do som, com um grande número de sons barulhentos, como helicópteros, buzinas de carros, pedestres caminhando, caminhões de bombeiros buzinando, apitos da polícia de trânsito, gatos rugindo …….

Mobilizar totalmente os sentidos da plateia para obter o efeito de fluxo, moldando o ambiente real de Nova York – uma cidade industrial movimentada, complementada por uma música jazz leve para produzir um senso de sagacidade, com um certo tom cômico. A música nos faz sentir como se estivéssemos lá para vivenciar a perplexidade e a inquietação de 22 pessoas diante de um novo mundo, ao mesmo tempo em que gera uma nova compreensão de coisas familiares, trazendo uma sensação de frescor e curiosidade.

Desacelere e perceba o verdadeiro significado da vida

Soul

      Após o retorno bem-sucedido de Joey à Terra, ele faz um show de jazz espetacular, e a energia que explode do jazz é um verdadeiro deleite para o público. Mas, depois do show, Joey se sente decepcionado, pois esperou ansiosamente por esse dia durante toda a sua vida, mas quando o dia chega e ele consegue o que quer, sua fé é abalada.

      O filme de Soul nos leva aos inúmeros momentos felizes da vida de Joey e ao dia mais especial de sua vida – o dia em que ele conheceu a 22 – por meio da improvisação do piano de Joey quando ele volta para casa. Somos levados de volta no tempo para o som suave do piano, a luz do sol, os aromas, os pequenos sons, o toque de uma folha caindo em sua mão, e o que nos ilumina pode ser uma melodia ou apenas uma fatia de pizza quente.

O piano na medida certa produz um forte efeito de empatia que ressoa fortemente com o público, que não apenas vê e ouve, mas também cresce e se realiza junto com Joey em meio a esse sentimento de empatia, ganhando força para se reconstruir.

      Em comparação com os outros dois trabalhos da Pixar, em “Procurando Dory” sentimos o estilo espanhol simples por meio da música, em “Magic House” haverá uma fusão de música e magia, cada personagem tem um estilo musical único. O jazz nunca é apenas um substantivo, não entenda o jazz 22 como um verbo – jazzing, o jazz é a ação em andamento, é tocado, o jazz é maravilhoso, quando você toca para esquecer, você não sabe o que vai criar, o que vai esfregar o Você não sabe o que vai criar, que tipo de faíscas vai obter. O mesmo se aplica à vida: ela nunca é uma meta estática, está no tempo presente.

Deixe um comentário